Arquivo da categoria ‘esportes’

Orgulho de um novo projeto

Publicado: 2 de fevereiro de 2016 em esportes
Tags:,

GUARULHENSE - sem fundo

É muito gratificante fazer parte de algo tão grandioso, embora ainda tão novo e incerto. O Clube Atlético Guarulhense está chegando e vem pra fazer história, sobretudo na sua cidade, Guarulhos. Será o único da região a participar da Liga Paulista de Futsal, já conta com sócio torcedor e uma estrutura fantástica.

Saiba mais, conheça mais, curta o time no Facebook, acompanhe.

Anúncios

Sim, eu vou dar parabéns ao Corinthians pelos 105 anos. O que seria do Palmeiras sem eles? E o que seria deles, sem nós? O maior clássico do país, tema de filme, inclusive, só é possível devido à grandeza dos clubes. Desejar felicidade já é pedir demais… mas, peço que se mantenha sempre vivo, para que possamos ver jogos incríveis por muito tempo.

@LucasCanosa

217

Fiz uma matéria recentemente explicando a situação do Ginásio Arnaldo José Celeste, no bairro da Ponte Grande, em Guarulhos. O local está cheio de pichações, sem manutenção e segurança. A Prefeitura, representada pelo senhor Almeida (PT) e pelo secretário de esportes, Wagner Freitas (PP), pouco fazem pela região, sequer retornaram meus inúmeros contatos.

Confira a matéria

marta

Não. Do feminino, talvez. As meninas fazem muito mais, ganham muito menos e aparecem quase nunca. Estão de parabéns! Não são mimadas igual aquele bando de palhaços de chuteiras amarelas, com excesso em selfies no Instagram e falta de futebol em campo, que é o que eles deviam fazer, pois são bem pagos pra isso. Muito bem pagos.

Brasil é o país do voleibol, do handebol. A prata, o bronze ou até mesmo a falta de medalha não tira nossa qualidade nesses esportes. Vamos nos orgulhar de quem realmente representa de maneira íntegra a nação. Não só pelos resultados, e sim pelo conjunto da obra. Eles estão fazendo bem, há muito tempo, mas os esquecemos, pois estamos preocupados demais pensando na recuperação do nosso futebol.

@lucascanosa

torcida verdao

O desfile da Mancha pode ter sido bonito e emocionante para os palmeirenses. Contudo, fez bem o presidente Paulo Nobre em não dar um real sequer para o evento. Eles fizeram porque quiseram, ninguém obrigou a Mancha a homenagear o Palmeiras no desfile. Ponto.

Já passou da hora das escolas ligadas às torcidas organizadas serem banidas da competição. É por essas e outras que São Paulo está muito atrás do Rio no Carnaval e o motivo principal da apuração ser fechada ao público depois de tanta confusão, além claro do cidadão deixar de ser ligado àquela agremiação do seu bairro para torcer pela escola do seu clube de futebol.

No mais, meu time é a Sociedade Esportiva Palmeiras e minha escola de samba em São Paulo é a G.R.E.S. Nenê de Vila Matilde.

@LucasCanosa

Além da festa no decorrer da tarde na Praça da Sé, região central da cidade de São Paulo, o Palmeiras recebeu o Coritiba no Pacaembu e após 8 partidas sem vitória no brasileirão, ganhou por 1 a 0 dos paranaenses.

Mais de 20 mil pessoas estiveram no estádio e prestigiaram o elenco durante toda a partida. Um show dos palestrinos. Confira o vídeo.

davidluiz-brasil-get2

Ano passado, quando a seleção arrebentou Espanha, Itália e Uruguai, eu ouvia muito “O Fred vai te pegar”, dos mesmos que ontem o vaiavam. A famosa memória curta do brasileiro reflete em futebol, política e em qualquer quesito. Esta memória vai eleger, Dilma, Alckmin e afins, apesar de tudo… 

Você que nem sabe o que é futebol, tá com vergonha do que? Você vai ao exterior? Vai viajar com a camisa do Brasil? Que mania de tentar encontrar culpados! Roberto Carlos em 2006, Felipe Melo em 2010 e em 2014 novamente. Levar Ronaldinho e Kaká? Os caras não estão a fim de jogar bola há muito tempo. Levamos o melhor que tínhamos, ou o menos pior. Há quanto tempo não chegávamos a uma semi-final? Até então o único contestado não era o Henrique? Esse não é o mesmo time de 2013 nas Confederações? Agora todo mundo é ruim? Quanto oportunismo! Quanta vontade de falar merda na hora da derrota! A palavra “esportista”, em um de seus sinônimos, diz que trata-se de um indivíduo humilde na vitória ou na derrota. Futebol é esporte, portanto, a derrota faz parte de qualquer esporte. Portanto, saibamos perder e vamos reconhecer as qualidades do outro.

Escutem menos Galvão e Casagrande. Exercitem mais o cérebro. Sejamos menos pilantras, sejamos menos isentos de nossa própria culpa, ao invés de culpar sempre outrem. Se fossemos tão ferozes com políticos, como somos com esportistas derrotados, certamente, estaríamos em melhores condições de VIDA.

Parabéns aos alemães pela humildade e pelo futebol! E aos verdadeiros brasileiros , que depois de muitos anos, estão entre as quatro melhores seleções do mundo. Parabéns aos que não são bipolares, que não mudam de opinião por um placar de futebol.E, por fim, parabéns aos bem-humorados que aceitam numa boa as adversidades.

@LucasCanosa